Como abrir um consultório médico?

Um dos grandes desejos dos estudantes de medicina – para não mencionar de seus familiares – é ter um consultório médico. Após a formação, esse desejo tende a aumentar, principalmente para médicos com longas jornadas de atendimentos em plantões e em regimes de pronto-atendimento.

Os sonhos percorrem desde o ambiente físico (como o local em que estará estabelecido, o design do consultório, os aparelhos e instrumentos necessários) até a anseio de poder exercer seu atendimento diferenciado, dedicando o tempo que achar necessário em uma consulta para a prática da boa medicina.

Mas como abrir um consultório médico? Por onde começar? Quais os custos terei? Será que vou ter pacientes para atender? Como contratar funcionários para trabalhar no meu consultório? Quais normas tenho que respeitar em relação à legislação?

Essas e muitas outras dúvidas irão surgir durante todo o processo de planejamento, organização e execução de um consultório médico.

Vamos dar algumas sugestões que podem auxiliar quem está começando essa empreitada!

1. Converse com colegas médicos e com assessores

Por mais que pareça um pouco óbvio, conversar com algum colega ou familiar que já tenha uma clínica ou consultório e com assessores médicos pode ser a melhor forma de começar a planejar seu consultório.

Seus colegas médicos poderão lhe fornecer informações e dicas sobre contratação de profissionais (tanto para serviços no consultório, quanto para montar sites e meios de comunicação), prontuário eletrônico, gráficas para impressão de receituários e cartões de visita, convênios médicos.

Assessores médicos, por outro lado, podem complementar principalmente do ponto de vista de normas regulamentais: regras publicitárias, normas a serem estabelecidas com serviços de vigilância, abertura de empresa, taxas e impostos.

2. Alugue uma sala

Uma boa forma de começar seu consultório é alugando um período em uma sala, seja em uma clínica médica, seja em um hospital. Além de diminuir os custos de um investimento inicial para aluguel ou compra do espaço físico e de toda organização e montagem do consultório, o custo referente à locação geralmente já inclui os valores dos profissionais que trabalham na clínica, bem como as taxas e impostos correspondentes.

Além disso, se a clínica for formada por profissionais de diferentes áreas, pode ser uma boa forma de aumentar seu networking e, com isso, ter outras especialistas como referência para indicação de pacientes.

Mas tenha o cuidado de verificar se a clínica em que está se estabelecendo está de acordo com todas as normas necessárias para um consultório médico e as atividades nele exercidas.

3. Amplie seu convívio social

Principalmente no início, evite abandonar todas as suas outras atividades de trabalho (ambulatórios, plantões, visita em enfermarias).

Manter um convívio social, principalmente com outros especialistas, pode ser uma boa forma de você ser uma referência na sua especialidade para encaminhamento de pacientes por colegas médicos e por outros profissionais da saúde em seus mais diversos ambientes de trabalho.

4. Não tente enriquecer com sua consulta, mas não se desvalorize

Não existe um valor estabelecido para uma consulta médica e, sem dúvidas, você estudou e trabalhou muito para poder montar seu consultório e atender seus pacientes com a excelência que eles merecem.

É importante você se valorizar da mesma forma que você valoriza o seu paciente, mas não queira recuperar seu dinheiro investido na sua formação ou na organização do seu consultório com valores exorbitantes na consulta médica.

5. Tenha paciência e persistência

Principalmente no início, pode ser que você tenha poucos pacientes nos dias de consulta. Assim como os clientes demorar para conhecer um novo estabelecimento comercial, os pacientes podem demorar um pouco para saber que você está atendendo em um consultório. Muitas vezes, seus próprios colegas médicos ainda não sabem que você está com um consultório montado para poder te indicar para pacientes que procuram especialistas da sua área.

Portanto, controle sua ansiedade e não desista! Você sabe da sua qualidade profissional e certamente seu consultório estará bastante movimentado futuramente.

Espero que tenham aproveitado as dicas e desejo a todos muito sucesso!

Autor: Dr. Rodrigo Marcus Cunha Frati

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn